segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Facebook - Como manter familia e negócios separados



Antigamente, as pessoas enfrentavam dificuldades para se comunicar com seus parentes que moravam longe de suas casas. A tecnologia foi avançando e com ela a globalização veio deixando de ser uma tendência para se tornar uma realidade e as mídias sociais tiveram um papel significativo nessa nova forma de comunicação entre familiares e amigos.

No Brasil, a primeira rede social que fez essa aproximação foi o Orkut, que até hoje é a maior do país. Mas, o Facebook vem chegando bem perto da primeira rede social do Google. A cada dia que passa essa diferença diminui.

Voltando ao foco do texto, o Facebook é um meio fácil de se conectar e se manter informado não só sobre seus amigos e familiares, como, também, do ambiente profissional, só analisarmos o recente crescimento do Branch Out. Você pode postar fotos, áudios, criar eventos, mapas até o local onde a reunião da sua família irá acontecer, tudo apenas com cliques de um botão.

Mas se você estiver usando o seu Facebook para promover seu negócio? Como manter seu lado profissional, enquanto você coloca suas fotos do último carnaval? A solução mais simples é criar um grupo só para sua família no Facebook, onde você queira publicar essas coisas mais pessoais.

Remando contra a maré, não vangloriarei os círculos do Google+, deixo isso para um próximo texto. Não quero fazer comparações entre as ferramentas das duas redes sociais.

O legal dos grupos do Facebook é que você pode controlar o nível de acesso dos usuários. Os grupos podem ser:

Abertos – significa que qualquer um pode ver o grupo em uma busca por uma determinada palavra chave, pode fazer parte dele e convidar outras pessoas.

Fechados – significa que todos podem ver a descrição do grupo mas, apenas membros podem realmente debater, ver o mural ou olhar as vergonhosas fotos de família que sua mãe coloca ou provavelmente colocará no Facebook. Novos membros devem ser aprovados pelos administradores antes de fazerem parte do grupo.

Secretos – significa que ele nunca aparecerá numa busca por grupos. A menos que você seja convidado, você nem saberá da existência desse grupo.

Outra coisa bem bacana de criar um grupo para sua família é que você pode enviar mensagem para todos os membros ao mesmo tempo. Ou seja, avisos sobre mudanças de lugares de uma reunião, pedidos para postergar a reunião, notícias sobre os parentes. Enfim, existem várias possibilidades.

E não pense que você terá que ficar sendo o porta voz oficial da família e gerente do grupo. Você pode designar a outros membros da família o título de administrador do grupo também. Então eles também podem convidar pessoas para se juntar ao grupo, enviar mensagens a todos e ajudar a monitorar o que acontece.

Com um pouco de incentivo e treinamento, você pode fazer com que os seus parentes “sem noção” postem as fotos embaraçosas de vocês em um casamento ou em um churrasco, no grupo ao invés do seu mural. Desta forma, você pode se divertir e manter contato com sua família sem estragar a imagem profissional que você trabalhou tão duro para criar.

Alguém tem mais alguma sugestão?

0 comentários:

Postar um comentário