terça-feira, 7 de junho de 2011

Como utilizar as mídias sociais em seu currículo


Quais informações sobre redes sociais devem estar no seu currículo? Você indica seu endereço no LinkedIn? Como usar o Twitter e Facebook?
Você está presente nessas comunidades? Que tal indicar a multiplicidade de meios no seu currículo 2.0?
Aqui vão algumas dicas do que e como referenciar suas redes sociais no currículo:


1 – Indicar seu endereço do LinkedIn no topo de seu currículo é uma boa ideia:
Aqueles que possuem acesso irão conectá-lo e obter informações adicionais a respeito de seus antecedentes. O LinkedIn é uma excelente forma de alavancar vínculos profissionais. Também demonstra sua habilidade de se relacionar com os outros, no mundo particular e profissional, se você posta informações e participa de discussões.
 
2 – Twitter: um pouco diferente:
Você pode certamente indicar seu endereço de Twitter devido à onda de informação que flui nele. Adicione não apenas o seu nome no Twitter, mas também algumas informações quanto ao tipo de coisa que você posta. Você pode incluir isso nas Experiências Adicionais no fim da página. Se você possui blog ou diversos blogs sobre diferentes assuntos deve considerá-los também. Deve inclusive colocar o link de algum post caso queiram ler algo escrito por você.

3 – Onde cabe o Facebook
Se você utiliza o Facebook para reencontrar velhos amigos ou compartilhar fotos de sua família, não o indique. O currículo não é lugar para interações pessoais. Acredito que Facebook é mais social do que profissional. Existem muitas outras redes de relacionamento social disponíveis. Desde que você não possa indicar todas elas, escolha a que você é mais ativo e forneça alguns dados sobre o currículo para mostrar que você tem uma compreensão destas ferramentas e as utiliza para partilhar informações com uma comunidade mais ampla.
Um currículo não apenas tem de apresentar uma lista cronológica da sua história profissional, deve servir como uma ferramenta para permitir que aprendam mais sobre o que faz de você um candidato diferenciado.

A questão é: Se você estiver usando sites de redes sociais para promover a sua vida profissional, inclua-os no currículo. Se você estiver usando os sites para conectar amigos e entes queridos, o currículo não é o lugar para divulgá-los.

0 comentários:

Postar um comentário